ADESGUIANOS PELOS CÉUS CAPIXABAS

     Como é de conhecimento geral, a ADESG-ES é uma instituição que agrega pessoas que atuam em variadas áreas profissionais e, nas suas horas vagas, têm os mais variados hobbys. Identificamos um grupo de adesguianos de nosso estado com um hobby não muito comum: a aviação.

     O Aeroclube do Espírito Santo, instituição com 68 anos de atuação no estado, é o local de encontro destes companheiros, que desfrutam das belas vistas aéreas que nossa cidade e estado oferece, além do puro prazer de voar.

     O mais antigo deles é o economista Alfredo Cesar da Silva, adesguiano da turma de 1977, que freqüentando o aeroclube desde 1952, foi instrutor teórico e prático, diretor de várias áreas e presidente em quatro gestões. Apesar de tantos anos de atividades, comenta-se que continua tão “fominha” quanto piloto novo, e quando combina de voar junto com outros companheiros, é sempre o primeiro a ocupar o assento da esquerda, destinado ao piloto em comando.
Outro companheiro, sempre presente às reuniões da diretoria e encontros sociais da ADESG-ES, é o empresário José Scardua Saad, formado na turma de 1993. Saad, como é seu nome de guerra, também ministrou aulas para novos alunos da Escola de Aviação do Aeroclube do Espírito Santo por longos anos e passou por um grande susto, quando sofreu um
grave acidente em vôo de lançamento de pára-quedistas. Ao sobrevoar a cidade onde ocorreria o salto, fez uma passagem baixa para reconhecimento, após a qual a aeronave, pesada e com a porta retirada para permitir o salto, não teve potência suficiente para voltar a subir, visto o pouco espaço existente dentro do vale em que se encontrava. Demonstrando grande perícia, fez um pouso forçado em um morro, destruindo completamente a aeronave, porém salvando a vida dos três pára-quedistas, além da sua.

     O mais novo de todos é o engenheiro João Henrique Torezane do Nascimento, adesguiano da turma de 2002. Formado piloto em 1988, teve como instrutor justamente o Alfredo Cezar da Silva. Foi diretor do aeroclube em várias gestões e presidente no biênio 2002/2003. O companheiro João Henrique dedica-se também
  à construção amadora, tendo participado da construção de um avião   experimental e, em sociedade com outros dois colegas, recuperou totalmente   um avião Cessna, com o qual dedica-se a voar nos finais de semana.

     Ultraleve é a paixão do engenheiro Paulo Silva, adesguiano da turma de 1995. Desde 1976 que dedica-se ao vôo, tendo também praticado pára-quedismo. Paulo possui seu próprio ultraleve, sempre muito bem cuidado. É conhecido no aeroclube por seu bom humor, tendo sempre uma “estória” sobre algum colega, para contar.